Qual o papel da testosterona na saúde da mulher?

  • TEXTO ESTHELA OLIVEIRA*
  • FOTOGRAFIA Ave Calvar | Unsplash
  • DATA: 08/07/2022

Você sabe para que serve a testosterona na saúde da mulher? Conheça o poder desse importante hormônio para a saúde do seu corpo e mente

 

Quando falamos em hormônios ligados a felicidade e a sensação de bem-estar, especialmente feminino, constantemente pensamos apenas no “quarteto fantástico da felicidade” (endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina).

Esses neurotransmissores têm o poder de regular o sono, a disposição, os níveis de estresse e até o humor, portanto, faz todo sentido pensarmos neles, mas o que muitos não sabem é que a testosterona também tem um papel importantíssimo nesse processo da vida da mulher.

O assunto ainda é polêmico, eu sei. Falar de testosterona em mulheres pode te levar a pensar em corpos musculosos, excesso de pelos, acne e masculinidade, mas esqueça isso. Este é um hormônio que todas as mulheres produzem naturalmente, em algumas fases da vida mais do que em outras, mas a testosterona é tão necessária para elas quanto é para eles e posso provar.

Esse período de pandemia que vivemos, mexeu completamente com as nossas emoções. De repente, você parece mais cansada (até mesmo trabalhando de casa), menos motivada, mais estressada, triste sem uma razão tão aparente, de mal humor e até sexualmente apática. Tudo isso pode estar ligado à sua produção de testosterona.

 

Para que serve a testosterona?

Sim, você leu certo, a testosterona é um dos hormônios diretamente ligados à libido, tanto feminina, quanto masculina. A testosterona, quando em queda, pode afetar a disposição, interesse e performance sexual, inclusive das mulheres.

Este cenário tornou-se extremamente comum na pandemia e a queda de libido já está entre as principais queixas das mulheres em consultórios. Na maioria dos casos, ao investigar, constatamos níveis de testosterona baixos, indicando a necessidade de modulação e de, em alguns casos, de reposição hormonal.

Em níveis ideais, a testosterona em mulheres pode trazer inúmeros benefícios, como te dar aquela força para reagir e “vestir seu cropped” (como diria o novo ditado que circula nas redes sociais), para praticar atividades físicas que te trarão prazer e disposição para o dia todo, além de auxiliar no aumento da massa muscular, na melhora da libido, potencializar o emagrecimento saudável e elevar a capacidade de memória. O hormônio ainda tem efeito antidepressivo e cardioprotetor.

MAIS SOBRE SAÚDE HORMONAL:

– Hormônios do sono: o comando da vida

– Mulheres são como a Lua

 

Fatores que diminuem a produção de testosterona

O estresse, o sedentarismo, o uso de anticoncepcionais e a alimentação irregular são alguns fatores que levam à diminuição da testosterona em mulheres jovens.

Atualmente, também entraram na lista desses fatores responsáveis por sua queda, o isolamento vivido na fase mais “aguda” da pandemia (por causa do aumento do cortisol) e a própria doença causada pela Covid-19, que pode levar ao que chamamos de “Síndrome Pós-Covid” e, consequentemente, a queda desse hormônio.

Após a menopausa a produção da testosterona cai significativamente e é aqui que uma reposição hormonal também pode ser viável.

MAIS SOBRE SAÚDE DA MULHER:

– A menopausa na perspectiva do Ayurveda

– Como a nutrição pode ajudar seu ciclo menstrual

 

Como ajudar na liberação da testosterona?

Estudos clínicos realizados na última década também nos mostraram que algumas pessoas possuem genes mais favoráveis à liberação dos “hormônios da felicidade”, o que de fato, não determina que elas serão mais felizes que as outras, mas esses fatores genéticos podem ajudar um pouquinho, sim!

Sendo você ou não deste grupo, aqui vão algumas dicas de atitudes simples que podem auxiliar na liberação desse hormônio do bem-estar no seu organismo:

  1. Pratique atividades físicas com frequência;
  2. Adote a práticas da medicina integrativa como a meditação e a Yoga;
  3. Exercite a gratidão diária e o pensamento positivo;
  4. Tire um tempo para se dedicar a você, a hobbys que te deem prazer, a ouvir música;
  5. Não abra mão de uma boa noite de sono;
  6. Coma saudavelmente, mas não se prive de alimentos que você gosta. O chocolate não é um vilão, quando consumido corretamente, pode ser um aliado.

 

 


*ESTHELA OLIVEIRA (@draesthelaoliveira) é médica do esporte (RQE 76855), membro titular da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte e médica do corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein. É pós-graduada em Nutrologia e em Medicina Integrativa. Em 2019, realizou o curso de Mind Body Medicine na Universidade de Harvard e fundou a Side Clinic (@sideclinic), espaço que busca trazer uma visão mais ampla no cuidado com os pacientes, acompanhando-os em todas as etapas da vida e em todas as suas esferas: físico, emocional e mental, por meio da associação de técnicas integrativas como ferramenta para complementar a medicina tradicional.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 246, agosto de 2022 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*