Use sua voz para resolver problemas reais, dos pequenos aos épicos

  • Tiago Belotte

Sua voz pode ajudar a resolver problemas. Como a voz da Greta, dos Inumeráveis e do AtoCast. Mas você só vai descobrir de um jeito: mostrando-a

 

Uma garota de 17 anos deixava de ir a aula toda sexta-feira para segurar um cartaz em frente ao parlamento sueco e protestar pelo clima. Quando ela imaginou que o resultado do seu gesto pudesse levá-la à capa da maior revista do mundo, como personalidade do ano, ou a discursar para líderes das maiores nações do planeta? Um grupo resolveu abrir um perfil no Instagram e um site, para guardar e homenagear a história das pessoas que foram levadas pelo novo coronavírus. Não acredito que eles imaginaram o quão grande se tornaria esse espaço, como o maior memorial virtual criado durante esses tempos difíceis. Profissionais criativos que se uniram para gravar podcasts e, através deles, ajudar pequenos empreendedores a passar pela crise. Certamente eles ficaram muito felizes por conseguirem fazer um negócio sobreviver e se reinventar.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Greta Thumberg, Inumeráveis e AtoCast. São só três exemplos de como a mudança vem através das pequenas coisas. Não espere pelos feitos grandiosos, por salvadores ou heróis. Os verdadeiros já estão por aí, trabalhando nas pontas dos pés, sem fazer barulho, mas mudando devagarinho as coisas de lugar.

Um exercício de continuidade

Esse é o nosso segundo encontro aqui nesse espaço durante a Jornada do Conteúdo com Propósito. Por isso, num exercício de continuidade, quero propor que você – além de começar a produzir conteúdo em suas redes sociais, para as pessoas que estão ao seu redor – pense no impacto que pode criar. Deu um frio na barriga quando você pensou nisso? Não se deixe paralisar pelo medo, porque tem uma forma fácil de seguir em frente.

A melhor maneira de nos convencermos a fazer alguma coisa é descobrir o custo de não fazer nada. Pense em quantas vezes um texto, uma frase ou um vídeo te salvaram. Falaram, quase que como ao seu ouvido, exatamente o que você precisava escutar. Agora imagine se a pessoa ou as pessoas que criaram esse conteúdo não o tivessem feito. Seria uma pena. Pois é.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Duas coisas impulsionam um conteúdo com propósito: contribuição e impacto. Contribuição é o que você pode dar. Não é o que você imagina que seria grandioso, o que aquela pessoa incrível que você admira faria ou o que você poderia fazer daqui 5 anos quando se formasse, mudasse de emprego ou aposentasse. É o que você, do lugar que está, com os recursos e possibilidade que tem consegue fazer. Agora. E impacto é o que vai acontecer na vida de uma pessoa ou, quem sabe, de várias, se você começar ou continuar colocando sua palavra no mundo.

Vá para o mundo com o seu conteúdo

Escreva, numa frase, a declaração de propósito do seu conteúdo, juntando a sua contribuição com o impacto que ela pode gerar. Através do compartilhamento de boas práticas e experiências sobre a produção de conteúdo digital e autoral, eu quero ajudar pessoas a encontrarem sua voz, seu espaço e sua comunidade, para que elas possam mudar mundos, dos individuais ao que abriga a todos nós. Essa é a minha declaração de propósito. Agora é a sua vez.

Sua voz pode ajudar a resolver problemas reais, dos pequenos aos épicos. Como a voz da Greta, dos Inumeráveis e do AtoCast. Mas você só vai descobrir de um jeito: mostrando-a.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Vem, continue conosco a jornada. Seguimos aqui, no site da Vida Simples, e lá no meu perfil do Instagram, onde você encontra os vídeos e exercícios que compõe essa série, como no episódio 1, 2 e 3, até o momento. Até já.

 

Tiago Belotte é fundador e curador de conhecimento no CoolHow – laboratório de educação corporativa que auxilia pessoas e negócios a se conectarem com as novas habilidades da Nova Economia. É também professor de pesquisa e análise de tendências na PUC Minas  e no Uni-BH. Seu Instagram é @tiago_belotte. Escreve nesta coluna quinzenalmente, aos sábados.

 

*Os textos de nossos colunistas são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião de Vida Simples.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 221, julho de 2020 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Ao olhar para nossas emoções, compreendemos que a estabilidade é um empenho permanente. O caminho para harmonia surge quando estamos bem com nós mesmos.



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*