COMPARTILHE
5 estratégias para ter mais saúde no inverno
Janko Ferlič | Unsplash
Siga-nos no Seguir no Google News

O final de junho está aí e lá vem mais uma mudança de estação. Não é a primeira vez que escrevo sobre mudanças de estação e como se adaptar em termos de rotina e alimentação para não ficar doente.

No entanto, essa é nossa primeira oportunidade de falarmos sobre ele, o inverno. Então, apertem os cintos e vamos comigo entender o que o Ayurveda tem a nos dizer sobre como manter a saúde nessa estação.

Saiba mais sobre o inverno na Vida Simples (edição 244)

Seja mais ativo de forma geral

Se você já me acompanha aqui nessa coluna, ou conhece um pouquinho sobre Ayurveda, é bem provável que já tenha ouvido falar que dentro dos livros clássicos ayurvédicos existe um capítulo que fala sobre as rotinas sazonais.

Basicamente, esse capítulo nos diz como devemos nos adaptar às mudanças das estações para mantermos uma boa saúde em todas elas.

Com relação ao inverno, a recomendação geral é que sejamos mais ativos. Isso porque, no inverno, os seres humanos ficam mais fortes do que em períodos mais quentes, como no verão.

Além disso, no inverno nossa capacidade digestiva também aumenta, de forma que se você não se alimenta direito, pode até perder tecidos (gordura, músculos etc.).

Coma mais e melhor

Se você acha que sente mais fome no inverno, inclusive pouco tempo depois de acordar, você está certa. Isso porque, além de aumentar a capacidade digestiva, o inverno também é marcado por noites mais longas, o que pode significar um maior tempo de jejum, já que as pessoas tendem a levantar mais tarde.

Mas isso não necessariamente é verdade para as outras épocas do ano. A maioria dos pacientes que chegam até mim tem o hábito de tomar o café da manhã logo que levantam.

Mas quando eu investigo se realmente eles têm fome nesse horário, adivinha: a maioria diz que não, que come simplesmente por costume, porque sempre foi assim, desde criança.

Portanto, sentir fome logo nos primeiros 30 minutos depois de acordar não é comum, exceto no inverno, quando isso pode de fato acontecer.

Aprofundando um pouco mais a questão da alimentação, os clássicos ayurvédicos recomendam normalmente comidas mais pesadas no inverno. Sopa de carne com ghee, leguminosas, rapadura, leite e derivados estão entre as recomendações. Além disso, trigo e derivados, como massas, bem como comidas frescas e mais oleosas também são indicadas.

LEIA MAIS:

– A influência das estações na saúde

– 6 alimentos para consumir no inverno

– 5 dicas para cuidar da sua imunidade no inverno

Aproveite os óleos, banhos e massagem

Com relação às práticas corporais, o Ayurveda recomenda a aplicação de óleo morno no corpo e sobre a cabeça. Lembrando que depois esse óleo precisa ser removido e, em se tratando do inverno, indica-se que ele seja removido com um banho de ervas mais adstringentes (pata-de-vaca, ipê-roxo, embaúba-vermelha, buva etc.).

Podemos também aplicar no corpo o pó de açafrão (aqui estamos falando da flor de Crocus sativus e não da cúrcuma, ok?), de almíscar ou sândalo.

O uso de água quente também é indicado para a higiene pessoal, já que é mais confortável.

Se permita mais intensidade

No inverno, além de ficarmos mais ativos de forma geral, também podemos praticar atividades físicas mais intensas.

Uma sugestão é usufruir de massagens também mais intensas, como alguma técnicas bastante tradicionais na Índia, nas quais o massagista experiente pisa sobre o corpo do paciente, fazendo movimentos vigorosos e precisos com os pés para relaxar a musculatura do paciente e nutrir o corpo com os óleos utilizados.

Mantenha o corpo quentinho

Por fim, usar tecidos quentes e leves, se cobrir durante a noite e agasalhar bem os pés para não perder calor, pegar uma sauna, ou um pouco de sol para se aquecer, mas sem exagerar para não ressecar o corpo e agravar o Vata, também estão entre as recomendações.

Cuidados em todas as estações

Importante frisar que todas essas dicas são apenas recomendações e não obrigações, ok? São exemplos de práticas e de alimentos que você pode consumir para nutrir e aquecer o seu corpo.

Nada disso deve ser seguido cegamente, de maneira dogmática. Continue sempre se observando e entendendo o que está acontecendo com o seu corpo, seja no inverno ou em qualquer outra estação.

Abraços e lembrem-se sempre: SAÚDE É LIBERDADE!

Confira todos os textos da coluna de Matheus Macêdo em Vida Simples.

*Os textos de colunistas não refletem, necessariamente, a opinião de Vida Simples.

A vida pode ser simples, comece hoje mesmo a viver a sua.

Vida Simples transforma vidas há 20 anos. Queremos te acompanhar na sua jornada de autoconhecimento e evolução.

Assine agora e junte-se à nossa comunidade.