⁠   ⁠
COMPARTILHE
Idoso dorme menos? Veja mudanças da idade e como melhorar o sono
Guy Kawasaki Aaron Andrew Ang | Unsplash
Siga-nos no Seguir no Google News

Muitos idosos reclamam de insônia ou dificuldade para dormir, mas o que acontece? Afinal, idoso dorme menos? Segundo a médica geriatra Polianna Souza, coordenadora da pós-graduação em Oncogeriatria do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein e cofundadora do canal Longidade, os idosos dormem entre 5 e 7 horas por noite, mas muitas vezes o sono é prejudicado por outros fatores como medicamentos ou hábitos ruins como o sedentarismo, por exemplo. Entenda o que acontece com o corpo com o passar dos anos e quais as dicas para driblar a insônia, conforme explica a geriatra.

Pessoas idosas dormem menos? Isso é mito ou verdade? Por quê?

Quem é idoso dorme menos? Essa é uma percepção que muitos têm e isso não é mito. Ao longo da vida o sono sofre alterações tanto em sua duração quanto em sua arquitetura, ocorrendo redução no tempo total de sono, conforme envelhecemos. Na idade adulta, varia de 6,5 a 8,5 horas por noite, entre os idosos esta duração ocorre em média de 5 a 7 horas por noite. Além disso, há uma tendência de sono mais fragmentado e com maior possibilidade de cochilos diurnos.

VOCÊ PODE GOSTAR

Como dormir melhor e ter um sono mais eficiente

Quais os fatores que impactam na qualidade do sono de uma pessoa idosa?

A população idosa é uma população de maior risco de presença de comorbidades, quando uma pessoa apresenta mais de uma doença crônica concomitante, e muitas dessas condições crônicas, além das medicações utilizadas em seus controles, podem interferir na qualidade do nosso sono.

Questões relacionadas à vida social, como a aposentadoria e menor interação social ou a hábitos de vida, como sedentarismo, tabagismo e consumo de álcool também interferem em nosso sono.

Como o sono de qualidade pode contribuir para uma vida longeva e saudável?

O sono é importantíssimo para nossa qualidade de vida, é fundamental para várias funções do nosso organismo, incluindo memória, além de auxiliar na conservação e restauração do metabolismo energético cerebral. Sono insuficiente está relacionado a déficits cognitivos, alterações de humor, aumento do risco de hipertensão arterial e diabete tipo 2, redução da imunidade e aumento do risco de adoecimentos.

Entre os idosos, podemos incluir ainda prejuízos da atenção, da capacidade de planejamento e tomada de decisões, aumento do risco de quedas e de demências. Tudo isso compromete de forma importante autonomia, independência e, consequentemente, a qualidade de vida.

SAIBA MAIS

Segredos da Longevidade Saudável: como viver mais e melhor

Tratamento terapêutico auxilia sintomas de insônia

A Terapia cognitivo-comportamental para insônia (TCC-I) é um tratamento que pode ser feito por qualquer pessoa, independente da idade. Para os especialistas, deveria ser a primeira alternativa antes do uso de remédios.

A terapia consiste em uma abordagem com psicólogos e focada nas causas e sintomas da insônia. Além de cuidar da higiene do sono, também cuida da ansiedade ou stress. Os especialistas também ensinam a aliviar as tensões por meio de respiração e meditação.

Dicas para dormir melhor em qualquer idade

Dormir bem é fundamental para uma vida saudável e plena em qualquer fase da vida. Com o passar dos anos, o sono vai se modificando, mas isso não significa que as noites precisam ser ruins. Se idoso dorme menos, é importante que as horas que se passam dormindo tenham qualidade.

Veja dicas para dormir melhor:

  • Higiene do sono é bastante importante para nos ajudar a ter um sono de mais qualidade e depende de sabermos criar uma rotina de sono saudável.
  • Procure ter regularidade nos horários de deitar-se e levantar-se;
  • Evite cochilos prolongados ao longo do dia;
  • Não faça refeições pesadas e volumosas próximo ao horário de dormir;
  • Evite o uso de estimulantes (cafeína, nicotina ou álcool) no período da tarde e da noite;
  • Pratique atividade física regular, mas no máximo até 3 horas antes de deitar-se para dormir;
  • Evite telas (TV, celular, tablet) antes de dormir; procure manter um ambiente de dormir aconchegante (roupas, cama, travesseiros, luz, temperatura e níveis de ruído adequados).
  • Tomar um bom banho morno pode ajudar, assim como o uso de técnicas de relaxamento e meditação e ingestão de alimentos leves, como bebidas mornas sem substâncias estimulantes antes de ir para a cama.

LEIA TAMBÉM

A aposentadoria chegou? Sete conselhos para ter uma vida feliz

A vida pode ser simples, comece hoje mesmo a viver a sua.

Vida Simples transforma vidas há 20 anos. Queremos te acompanhar na sua jornada de autoconhecimento e evolução.

Assine agora e junte-se à nossa comunidade.

0 comentários
Os comentários não representam a opinião da revista. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Deixe seu comentário