Útero: o centro energético do feminino

  • Kareemi

O útero não somente é um órgão fantástico com o poder de gerar a vida, de nos fornecer coordenadas sobre nossas emoções e comportamentos através do ciclo menstrual.

O útero é um centro energético onde pulsa o sagrado feminino, nossa intuição e instintos. O que muda na vida de uma mulher quando ela entende isso, desvenda esses mistérios e consegue entrar em conexão com seu centro energético uterino?

Primeiramente, seu amor-próprio desperta e ela cai de amores por si mesma, seu corpo e ciclos. Aceita seu jeito de ser, sua aparência, seu passado e entra em contato com sua autoestima. Afinal, as memórias e traumas que bloqueavam tudo isso, ficam concentradas em nosso campo morfogenético e em sintonia com esse centro de energia. Seus relacionamentos, consequentemente, mudam porque houve mudança de relação consigo mesma. E passa a atrair pessoas que também se amam e se aceitam, e as relações passam a ser verdadeiras e incondicionais. Ela agradece às relações anteriores e as ressignifica por estar em sintonia com a energia amorosa do seu sagrado.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Portanto, sua intuição aflora. Ela confia no que sente e faz o que precisa ser feito. Dá atenção aos seus instintos e sente a influência da lua nas suas emoções, corpo e comportamentos. Ela vira “dona de si” e sua energia sexual volta a fluir de maneira realizadora e criativa no seu dia a dia.

Não é milagre

útero

E falando ainda nessa criatividade que pulsa em nossos úteros, seus dons e talentos voltam-se à serviço de si mesma, da sociedade e do universo a partir dessa retomada de consciência. Sua forma de se expressar se desenvolve. Ela sabe seu lugar no mundo!

Isso tudo não é milagre. São resultados gradativos do movimento de uma mulher em direção a si mesma, ao seu autoconhecimento e despertar! Círculos de mulheres, mandalas lunares, dança circular, meditações guiadas para essa conexão, são alguns exemplos de atividades que ajudam a desbloquear as travas do centro energético uterino.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Mas, quando a mulher não possui mais seu útero, o centro energético permanece e o caminho para se conectar com ele é o mesmo. Inclusive mulheres em idade fértil podem aprender a reconhecer as fases da lua em seus corpo e psiquê, pois o órgão retirado não exclui a potência do seu centro de energia.

Salve o útero e seus mistérios! Salve a mulher e suas potencialidades femininas!

 

Kareemi é criadora da Ginecologia Emocional, autora do livro Viva Com Leveza (Gente) e palestrante motivacional. Nesta coluna, mensalmente, trará reflexões sobre os comportamentos, emoções, corpo e alma femininos. Seu Instagram é @ginecologiaemocional

ASSINE NOSSA NEWSLETTER


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 235, setembro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*