COMPARTILHE
Quatro documentários para entender a crise climática
A causa da crise climática é a ação humana (Foto: Jonathan Ford/Unsplash)
Siga-nos no Seguir no Google News

Você já ouviu os termos “crise climática”, “mudanças climáticas”, ou até mesmo “emergência climática”? Com a tragédia ocorrida no Rio Grande do Sul em maio de 2024, pode ser que essas expressões tenham aparecido com mais intensidade no seu dia a dia.

Eles estão relacionados aos eventos climáticos extremos, que têm acontecido com cada vez mais frequência e são diretamente impactados pelas ações humanas mais recentes.

As atividades humanas relacionadas, principalmente, ao desmatamento, à mineração, e à queima de combustíveis fósseis, geram consequências como as chuvas, as ondas de calor, o aumento da temperatura e do período de secas. Fenômenos que acontecem em todo o planeta.

Para entender esse fenômeno, a Vida Simples selecionou quatro documentários que explicam o papel dos seres humanos na mudança do clima e na degradação do meio ambiente, além de mostrar como as paisagens são afetadas por esse cenário.

Leia também
Para entender a emergência climática, é importante saber que somos natureza

1. O amanhã é hoje – O drama de brasileiros impactados pelas mudanças climáticas

O documentário mostra as experiências de seis brasileiros com eventos climáticos extremos em diferentes regiões do Brasil. De Pernambuco a Santa Catarina, passando pelo Maranhão, Rio de Janeiro e São Paulo, a produção mostra como a seca, os incêndios, a ressaca do mar e o aumento da temperatura do oceano vem afetando essas pessoas e suas comunidades nos últimos anos.

O documentário está disponível no canal do Youtube de mesmo nome e tem duração de 23 minutos.

2. Cowspiracy – O segredo da sustentabilidade

Disponível na Netflix, o documentário investiga a agropecuária intensiva e os danos que causa ao meio ambiente. Afinal, cultivos em monocultura do agronegócio são os principais responsáveis pela extinção de espécies, pela emissão de gases do efeito estufa, pelo desmatamento, pela erosão do solo e pela destruição de florestas. Além disso, o agro impacta na criação de zonas mortas nos oceanos.

3. Seaspiracy – Mar Vermelho

Nos oceanos, o homem também é predador e é isso que o documentário mostra. Dessa forma, a produção expõe como a pesca industrial é responsável pela grande mortandade de baleias, golfinhos e tubarões, revelando como essa prática degrada os ecossistemas marinhos. Além disso, o documentário explora outros problemas, como a grande poluição por plástico e microplástico que afeta os oceanos e animais marinhos.

O documentário está disponível na Netflix.

4. Em busca dos corais

Também disponível na Netflix, a produção documenta o desaparecimento dos corais, causada principalmente pelo aumento das temperaturas dos oceanos, consequência do aquecimento global.

Esse fenômeno diz respeito então à morte desses seres, que são responsáveis por proteger as zonas costeiras, além de ser abrigo e fonte de alimentação para peixes e outros animais marinhos.

Você pode gostar de
A agroecologia pode nos salvar da crise climática
6 impactos das mudanças climáticas que você nunca imaginou
Ansiedade climática: por que cada vez mais pessoas sofrem com isso?

A vida pode ser simples, comece hoje mesmo a viver a sua.

Vida Simples transforma vidas há 20 anos. Queremos te acompanhar na sua jornada de autoconhecimento e evolução.

Assine agora e junte-se à nossa comunidade.

0 comentários
Os comentários não representam a opinião da revista. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Deixe seu comentário