Autocompaixão e autoconfiança

  • TEXTO Thiago Albuquerque
  • DATA: 09/06/2020

Faça o que sentir verdadeiramente que precisa ser feito e não por causa da cultura que enaltece os tantos gurus da produtividade e eficiência

 

Quanto mais estudo sobre as possibilidades do meu desenvolvimento, mais eu percebo que os caminhos que precisam ser percorridos, se cruzam nas esquinas onde autoconfiança e autocompaixão residem. Autoconfiança não apenas diante da competência de acreditar em si mesmo, mas na relação íntima e respeitosa de manter as promessas que faz a si mesmo. Confiar na palavra dada, não trair os seus valores, honrar teus sonhos e seguir firme.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Autocompaixão é gentileza aplicada em si mesmo, é minimizar as críticas tão amargas que nunca seriam feitas para um bom amigo, mas que não hesitamos em fazer para nós mesmos. É aceitar que não existe perfeição. É encorajamento para seguir adiante. Quanto mais conecto com amigos criativos, e enquanto ajudo pessoas através da mentoria, mais me impressiono diante da intensidade das cobranças e do desrespeito quanto aos limites exigidos ao nosso espírito.

Faça o que sentir verdadeiramente que precisa

Ter limitações e cometer equívocos no caminho, não te faz menor, ao contrário te apresenta oportunidades de evoluir e ser mais. Abrace-as com carinho.

Quero te pedir para que tenha calma. Que seja gentil com teus medos e não explore a tua paz apenas para produzir mais. Respeite seu tempo interior, teu coração sabe qual é o próprio ritmo. Se a intenção for melhorar tua vida –  e quase sempre é – mantenha as promessas que fez a si mesmo. Acorde mais cedo, movimente teu corpo, leia as páginas dos livros que adormecem ao lado da tua cama, escreva teu livro, comece finalmente a meditar…

ASSINE A VIDA SIMPLES

Faça o que sentir verdadeiramente que precisa ser feito e não por causa da cultura que enaltece os tantos gurus da produtividade e eficiência.

Primeiramente, cuide de si, permita-se o tempo, leia um poema sem questionar-se a utilidade da beleza. Ouça canções com o peito aberto e vivendo num momento que aparentemente se sobra tempo, crie um tempo e espaço para si mesmo.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 221, julho de 2020 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Ao olhar para nossas emoções, compreendemos que a estabilidade é um empenho permanente. O caminho para harmonia surge quando estamos bem com nós mesmos.



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*