Quando a casa vira lar

  • TEXTO Lucas Vasconcellos
  • DATA: 25/03/2021

Ao cuidar da nossa casa e adaptá-la para as nossas necessidades, abrimos um caminho para um encontro mais verdadeiro conosco.

Há mais de um ano, tanto mudou no nosso dia a dia. Atos quase automáticos, como cumprimentar alguém apertando as mãos, deixaram de fazer parte da rotina. O ir e vir ficou mais restrito e a casa, que para muitos era um local para dormir e, eventualmente, reunir algumas pessoas, passou a ser escritório, academia, área de lazer e ponto de descanso. Um lugar para estar o tempo todo, integralmente. Assim, no último ano, nos aventuramos a sermos arquitetos, designers de interiores, pedreiros, buscamos transformar nossa casa em um canto especial, em um verdadeiro lar. Passamos a ouvir os móveis, as paredes, os cantinhos – eles contam um pouco sobre nós e sobre nosso momento. Reparamos na pintura da parede que precisava de uma nova mão, no sofá que não nos representava mais, na ausência de porta-retratos que marcassem a nossa trajetória. E, nesse caminho de escuta, aprendemos, ainda, a voltar os olhos para a gente mesmo. A perceber que precisamos nos cuidar primeiro para, depois, cuidar do outro e do entorno. Para alguns, está sendo um tempo para redescobrir qual a verdadeira cor dos cabelos, para outros, encaixar no meio da rotina cinco minutos de meditação.

Um espaço para chamar de seu

O ambiente onde vivemos, que nos protege do mundo externo, virou, de fato, lugar de aconchego. Passamos, assim, a perceber a importância de nos apropriarmos do espaço onde vivemos e tratá-lo como nosso, ainda que não sejamos os verdadeiros donos do imóvel. Sai o tradicional hábito de deixar bonito para o outro, entra a prática de fazer especial para nós mesmos. Uma extensão do autocuidado, do olhar para nós com mais carinho e apreço. Como se reconectar consigo em meio a um turbilhão de acontecimentos? Pelas pequenezas do dia a dia, há um caminho possível. Rituais de carinho e de generosidade consigo mesmo, como uma automassagem no pescoço cansado após tantas reuniões ao longo do dia. Uma hidratação nos fios e no corpo; um escalda-pés preparado com óleos essenciais, capaz de recuperar as energias após tanto tempo sentado em um cadeira giratória ou em pé lavando as louças, que tanto insistem em surgir. Meia hora deitado, no meio do que seria o expediente (por que não?) para curtir o silêncio e, respirando e inspirando, entender que fazer nada é importante e deve estar presente no dia a dia. Aquilo, que parece pequeno, carrega um simbolismo de que precisamos nos olhar e perceber nossa escuta interna. Do que você precisa hoje?

Lar: janela para outros mundos

Na ausência de podermos nos transportar para os destinos que gostamos em segurança, nossa casa pode se tornar a cada momento um lugar diferente – um aroma especial, por exemplo. Pode nos levar para a natureza, para o cheiro refrescante das árvores, para a brisa das correntezas marítimas ou ao vento reconfortante de uma tarde observando o pôr do sol. A experiência do aroma é capaz de acolher e relaxar, dando o descanso necessário para encerrar um dia e unir as forças necessárias para um novo que logo se iniciará.

Finalmente, entendemos que o lar é um reflexo daquilo que carregamos, sonhamos, de quem somos. Dos lugares que conhecemos, das lágrimas e dos amores que colecionamos e das risadas que aprendemos a deixar fazer eco dentro de nós e que se expandem em cada canto desse lugar, que aprendemos a chamar de nossa casa.

cada vira lar

Até onde podemos ir sem sair de casa

O cenário ainda é muito incerto, mas a transformação da casa em lar é um caminho sem volta, já que enxergamos a necessidade de vivenciarmos o melhor todos os dias. Enquanto não podemos sair em segurança, habitar cada canto de onde vivemos é uma maneira de encontrar o que verdadeiramente buscamos. É sobre nos levar para locais especiais em segurança, que trazem boas lembranças, e propiciar momentos de prazer dentro de casa, a qualquer hora do dia, que a L’Occitane en Provence lançou a linha Art de Vivre, com velas perfumadas, perfumes e difusores de ambiente e sabonetes, com quatro diferentes fragrâncias, que permitem um passeio pela Provence, no sul da França, mesmo sem sair de casa. Uma forma de se acarinhar e de se permitir ser aquilo que você quiser, dentro do espaço que lhe cabe, a sua casa, o seu lar.

Os sabonetes permitem viver um banho revigorante. Acompanhado das velas perfumadas e perfumes de ambiente, que podem ser utilizados em qualquer espaço da casa, é possível criar um clima de calmaria e fortalecer sentimentos de serenidade, esperança e liberdade. O pillow mist é um perfume para ambiente e roupa de cama para acarinhar seu lar e dar o toque especial para o descanso merecido, levando a mente para um lugar de conforto e tranquilidade com óleo essencial de lavanda. A sensação é aquela de quando você chega ao final do dia, inspira e solta todo o ar, tirando dos ombros o peso que se acumula ao longo das horas. E recomeça, com força para encarar o que virá.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 230, abril de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*