“Os novos anos 20”

  • TEXTO GISELA GARCIA
  • DATA: 31/01/2021

Curta mostra de forma lúdica que períodos de crise podem ser uma chance de evolução e reinvenção

 

Alessandra De Blasi e Frederico Ferrer têm uma produtora especializada em vídeos para galerias de arte e artistas plásticos.

Ela é roteirista e Fred é publicitário e os dois juntaram suas habilidades para criar projetos que realmente signifiquem algo para ambos.

“Nós dois nos conhecemos em um curso de Processo Criativo, então podemos até dizer que o amor pela arte também nos uniu”, brinca Alessandra.

Desse amor e do isolamento social imposto pela pandemia surgiu “Os novos anos 20”, em junho de 2020.

Apesar de todo o horror que o Covid-19 trouxe, foi o ano em que os dois começaram a viver juntos. “Decidimos usar esse período de isolamento para cuidar de nós mesmos e nos aprimorarmos”, revela a roteirista.

A ideia era fazer um curta que tratasse do isolamento de forma lúdica, porque eles queriam retratar esse momento de uma forma mais leve, ressaltando o que podia ser tirado de bom nisso: a tecnologia unindo pessoas, a culinária como forma de autocuidado e o prazer de ficar em casa.

Alessandra diz que são mudanças sutis, mas que valiam ser ressaltadas. “É muito comum lembrar apenas das desgraças em períodos de crise, mas em muitos casos existe uma chance de evolução e reinvenção, e agradeço a sorte de estar nesse segundo caso”.

Sobre a linguagem do vídeo, o casal teve a ideia de realizar um filme mudo e com uma trilha alegre à la Chaplin que, junto com a história da tecnologia, faria um contraste dos últimos anos 20 com os novos.

“Em outra camada, ainda pensamos que 1920 foi um período de pós-guerra e ao mesmo tempo um dos maiores avanços culturais da história, especialmente no cinema. Hoje a nossa guerra é contra o vírus, e esperamos que depois disso os novos anos 20 também tragam essa evolução”, finaliza Alessandra.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 238, dezembro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*