Que tal orientar sua rotina pelo seu ritmo interno?

  • TEXTO Monike Cordeiro Gouveia
  • DATA: 01/02/2021

Você já pensou em viver uma rotina em que seus desejos e necessidades são incluídos e tidos como prioridades?

A gente vive numa mentalidade que alimenta o esforço, a luta constante, quase uma guerra. Escutamos que temos que matar um leão por dia. E seguimos a vida no piloto automático, com rotinas sempre ditadas por algo ou alguém externo, trabalho, filho, companheira, companheiro.

Com isso, a gente vai se desconectando do que está vivo dentro de nós, daquilo que faz sentido, a gente vai deixando partes de nós pelo caminho, se perdendo de quem a gente verdadeiramente é. E, assim, a gente vai se perdendo do fluxo da Vida.

Este modo de socialização tem como base um paradigma que nos afasta de nós mesmos, nos afasta uns dos outros, da natureza de forma geral. As consequências disso são sofrimentos emocionais intensos, conflitos nas relações e atrocidades que são cometidas diariamente contra o planeta.

Algo simples que tenho feito, mas que tem me auxiliado a encontrar brechas para orientar minha rotina seguindo meu ritmo interno é antes de qualquer atividade que faço, paro um pouco, respiro profundo e sinto o que meu corpo quer fazer naquele momento. Se a respiração flui, se sinto leveza, então faço. Quando não sinto, ativo a habilidade de me autoescutar e ouço o que meu corpo sente de fazer naquela hora.

O resultado desse processo tem sido uma sensação de mais inteireza, presença e reconexão comigo mesma e consequentemente com os outros e com a Vida, em sua totalidade.

Com amor,

Monike Cordeiro Gouveia

Psicóloga e terapeuta integrativa


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 231, maio de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*