Vestir-se como ato de carinho por você e pelo planeta

  • TEXTO Viviane Macedo
  • FOTOGRAFIA Mangostock | IStock
  • DATA: 21/11/2021

Conteúdo patrocinado pela

Novo projeto da Lojas Renner, inaugurado em 30 de outubro, no Rio de Janeiro, alia sustentabilidade e circularidade no ambiente construído.

novo projeto renner

Já faz algum tempo que especialistas em sustentabilidade têm nos alertado para a importância de trazermos o tema para o centro das nossas conversas – e não só delas. Precisamos também repensar nossos hábitos, especialmente os de consumo. Afinal, não há futuro possível sem ações que visem a continuidade responsável a longo prazo  — unindo o desenvolvimento econômico à preservação ambiental.

E esse não é assunto apenas de grandes corporações e líderes políticos. Um estudo realizado pela Opinion Box, plataforma de pesquisa de mercado, em junho deste ano, com mais de dois mil brasileiros em todas as regiões do país, revelou que 84% das pessoas  estão preocupadas com o futuro das próximas gerações em decorrência de questões ambientais. Além disso, 63% consideram a importância do tema no dia a dia.

De olho nas empresas, mais de 60% dão preferência a companhias ou marcas reconhecidas por cuidarem do meio ambiente — o que pode sugerir mais consciência ao consumir, como parte dos hábitos sustentáveis do cotidiano. 

Produtos responsáveis

Se, de um lado, consumidores estão mais exigentes, do outro, grandes companhias não estão deixando essa preocupação passar despercebida e já há muito sendo feito. A Renner é uma dessas empresas que têm iniciativas consistentes de sustentabilidade e circularidade. Desde 2018, a marca tem uma estratégia robusta de moda responsável e há compromissos públicos firmados em relação a produtos menos impactantes, com matérias-primas responsáveis, consumo de energia com fontes renováveis de baixo impacto, cadeia de fornecedores com certificação socioambiental, entre outras. 

Para identificar suas ações de sustentabilidade, a empresa criou o Selo Re-Moda Responsável. Em produtos, por exemplo, o selo é aplicado em etiquetas que contam quais são os atributos de sustentabilidade das peças.

E, agora, materializando num espaço as diversas iniciativas já desenvolvidas e praticadas consistentemente nos últimos anos, a Renner inaugurou, em 30 de outubro, a primeira loja circular do Brasil, no Shopping Rio Sul, no Rio de Janeiro. 

Circularidade pensada desde a estrutura

infográfico Renner

O conceito de circularidade preza pela otimização de recursos e materiais, e que eles se mantenham em uso por mais tempo possível. Então, a Renner buscou conectar esse conceito também em ambiente construído. A nova loja circular tem um projeto inovador, e priorizou insumos mais sustentáveis, duráveis e renováveis, com foco na redução do seu impacto ambiental  — desde a sua construção até a operação.

A empresa deixou de usar 8,5 toneladas de aço estrutural no projeto. 94% dos resíduos da obra foram reutilizados, tendo grande parte reciclada e transformada em insumos em outra cadeia produtiva. E o mais interessante no projeto: a emissão de CO2 equivalente evitada na construção e operação da loja corresponde à restauração de uma área de 1,5 hectare de Mata Atlântica, considerando um cenário de 20 anos.

A pegada hídrica também foi considerada. O consumo de água será reduzido em mais de 50%, se comparado a um empreendimento com padrões tradicionais de construção, o que significa uma economia de 420 mil litros de água ao ano.

O impacto positivo de todas essas práticas se estende à comunidade carioca, com ações locais realizadas pelo Instituto Lojas Renner, como cursos de capacitação profissional, programa voltado a mulheres migrantes de regiões periféricas, desenvolvimento de jovens aprendizes e inclusão desses jovens nas práticas de sustentabilidade, diversidade e atendimento inteligente da rede, entre outras ações.

Experiência do cliente com foco na sustentabilidade

O espaço foi totalmente pensado para proporcionar uma experiência diferenciada ao cliente, com o intuito de que ele conheça mais sobre as iniciativas de sustentabilidade da empresa. Ao entrar, ele será guiado pelo universo da moda sustentável  — tendo acesso a informações sobre as matérias-primas dos produtos e seus processos produtivos, assim como coleções com o Selo Re

A loja conta ainda com um ambiente dedicado às coleções especiais e iniciativas de sustentabilidade da marca, com coletor Ecoestilo  — um serviço de logística reversa pós-consumo, que destina corretamente embalagens, frascos, itens de perfumaria e peças de roupas em desuso com o objetivo de reduzir o lixo gerado pelo descarte incorreto. 

Quem não estiver no Rio, poderá conhecer tudo isso por meio de um tour virtual pela loja online.

Entre nessa você também

Quer acompanhar a Renner nesse movimento de sustentabilidade? Dá para começar com pequenas mudanças na rotina  — dentro e fora de casa. Veja as dicas que preparamos para ser mais sustentável na hora de comprar e cuidar de suas roupas. 

Na hora de comprar

Antes de qualquer coisa, se pergunte: eu preciso mesmo deste novo item? Se a resposta, for sim: 

  • Escolha produtos que priorizam matérias-primas mais responsáveis, como as com o Selo Re Moda Responsável.
  • Leve suas ecobags às compras (há lindas estampas hoje em dia) ou utilize as de papel.
  • Prefira itens versáteis, que você pode combinar com diversos looks  — assim você consome menos.
  • Quando estiver em lojas físicas, prove antes de comprar! As chances de usar são maiores se você tiver certeza da sua escolha.

Na hora de lavar

  • Tente utilizar as peças por mais vezes antes da lavagem.
  • Espere ter um número maior de peças para lavar e certifique-se de selecionar o correto nível da água.
  • Selecione ciclos mais curtos.
  • Dê preferência a detergentes biodegradáveis.
  • Evite amaciantes convencionais.
  • Seque a roupa ao ar livre (secadoras consomem muita energia).
  • Ao comprar uma lavadora, verifique sua certificação energética.
  • Busque reutilizar a água para lavagens em geral.                                                                                                                                                                          

POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 238, dezembro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*