Festival do Fazer: um mundo feito à mão

  • TEXTO Débora Zanelato
  • FOTOGRAFIA Andy Kelly | Unsplash
  • DATA: 25/05/2019

Um festival é um momento de festa e de celebrar e convidar as pessoas a estarem juntas. Com a proposta de trazer o artesanal para a experiência de colocar a mão na massa e de valorizar a vivência do processo, em junho acontece em São Paulo o Festival do Fazer: serão dois dias de imersão no mundo do feito à mão para que cada participante sinta, em toda a programação do evento, o poder que é dar forma ao mundo através das mãos.

Nos dias 7 e 8 de junho, na Unibes Cultural, o Festival do Fazer traz oficinas de diversas técnicas – argila, joalheria, marcenaria, entre outros – e também outras atividades gratuitas que convidam para essa experiência do artesanal: vivências, exposições, rodas de conversa, histórias, shows e feira. Além disso, o festival do Fazer conta com uma campanha de financiamento coletivo para viabilizar a estrutura do evento e, no segundo semestre, produzir mais ações que valorizem a cultura do artesanal. Para saber mais, clique aqui.

Diferentemente das feiras de artesanato, que focam os produtos feitos à mão, o Festival do Fazer destaca o papel do processo artesanal. Segundo Bruno Andreoni, organizador do Festival, o convite da Revolução Artesanal que promove o evento é voltado ao desacelerar para entrar em contato consigo e desenvolver ou mesmo resgatar um olhar mais generoso sobre si com a finalidade de produzir algo autoral.

“Criamos uma atmosfera para que o participante acesse seu poder único de dar forma a algo, observar o que essa forma conta a seu respeito e como o fazer artesanal o desperta para outros fazeres em sua vida”, conta Andreoni.

 

A proposta é ser como um grande portal do fazer e a programação está dividida assim:

Fazer
18 oficinas que promovem contato com técnicas artesanais e ligação entre pessoas e sua relação com o fazer, sempre com a qualidade de vivência, não de uma “tarefação”. Oficina de Pão, de joalheria artesanal, de cerâmica, cosmética natural ou tingimento são alguns dos exemplos.

Diálogo
Rodas de conversa para discutir temas ligados ao mundo artesanal com convidados que vivem do feito à mão, como: economia criativa e a parte financeira de negócios artesanais; cultura artesanal e a transformação da sociedade; o futuro feito à mão e o papel do novo artesão, que vislumbra para além do produto que faz, um modo de viver.

Expositores e Exposição
Feira de arte – artesanato e design com diversos artesãos, para mostrar a diversidade, a beleza, os produtos e, sobretudo promover um espaço de encontro das pessoas com os próprios criadores e suas “criaturas”.

Alimentação
Um convite à culinária feita à mão, um espaço para estar junto, saborear e se nutrir.

Palco
Em uma curadoria junto com C de Cultura, parceiro do movimento, na sexta será feita a contação de histórias de pessoas que fazem um mundo a mão e se empreendem e no sábado o Show acústico do Aborigens.

 

4º Festival do Fazer
Quando: 7 e 8 de junho de 2019 (sexta e sábado, das 10h às 19h)
Onde: Unibes Cultural – Rua Oscar Freire, 2.500 – Ao lado do metrô Sumaré – São Paulo, SP
Quanto: Entrada gratuita no espaço onde acontecem a feira e as rodas de conversa. Oficinas do Fazer terão valor definido e número de vagas determinados com inscrição prévia pelo site.
Informações e inscrições: www.revolucaoartesanal.com.br/festival/
Quem promove: Revolução Artesanal

Dúvidas? [email protected] ou telefone 11 3825-6264 (seg a sex, das 9h às 17h).

 


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 210, agosto de 2019 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Acolha sua tristeza: Dias nublados e sentimentos dolorosos também nos aproximam de nós mesmos e da verdadeira felicidade



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*