7 dicas para ter um ano melhor com você mesmo!

  • TEXTO Lucas Vasconcellos
  • DATA: 08/01/2021

Olhar para o que você realmente deseja e se permitir ter um tempo só para você são caminhos para um encontro mais verdadeiro e tranquilo

Começamos um novo ciclo com a chegada de 2021, apesar de ainda estarmos vivenciando uma fase muito difícil e que inspira cuidados.

Mas é inevitável não sentir a esperança de que dias melhores virão. Ao fortalecer a confiança no que está por vir, conseguimos nos lançar novamente na vida. E algumas mudanças podem ajudar você a ter um encontro mais presente e saudável consigo mesmo.

Reflita mais

Essa época do ano inspira a reflexão sobre tudo que passou. Mas o ideal é que a gente faça isso constantemente e não somente uma vez a cada 12 meses. Quando traçamos metas, objetivos e refletimos sobre o que queremos mudar em nós, precisamos revisitar tudo de tempos em tempos para que não nos esqueçamos.

Valorize o tempo

Neste momento de crise, esbarramos em uma questão comum, mas que não damos o devido valor: a finitude da vida. Ao longo desta pandemia, temos nos visto frágeis, mas muitas vezes temos medo de refletir sobre isso. Contudo, a morte é inerente e pensar nela é uma meio para vivermos o momento presente com mais intensidade.

Fique com você

Para renovar as energias, é importante tirar um tempo consigo para pensar no que gosta e quer fazer ou quais atitudes suas gostaria de mudar, por exemplo. Ao longo das semanas, é importante tirar momentos exclusivos para se curtir e fazer algo que te dê prazer e que não envolva assistir aos outros ou ao trabalho.

Permita-se ter um ano melhor

Relembre seus desejos, busque novas experiências. Ainda que não possamos sair de casa, pois a pandemia segue sendo uma realidade, a internet nos permite ir muito longe e fazer coisas que a falta de tempo da rotina anterior por vezes não permitia.

Reveja sua ações

Pegue um papel e uma caneta e repense nas atitudes que teve e não te deixaram feliz. Mas revisite somente os seus comportamentos – aquilo que é do outro, deixe com ele para que não haja frustração. Pense nos movimentos e mudanças que você pode fazer: onde agir e reagir diferente, como interagir com o mundo. Isso permite criar novos hábitos.

Metas palpáveis para um ano melhor

Trace metas atingíveis. Se você não lê um livro por ano, de que adianta colocar como objetivo ler um por semana, por exemplo? Vá devagarzinho e seja realista.

Cuide de quem ama

Uma das coisas que mais percebemos durante esse tempo de isolamento, é o quanto o contato social faz falta. Conversas e carinhos são relevantes para o nosso eu. Ainda que seja virtualmente, dedique um tempo para ter trocas com quem você ama.


Consultoria: Yuri Busin, psicólogo, mestre e doutor em neurociência do comportamento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental – Equilíbrio (CASME).


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 227, janeiro de 2020 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*