Eu gosto de gente que é!

  • TEXTO Renata Fraga (https://fragarenata.medium.com/)
  • DATA: 05/04/2021

Curiosa. Eu gosto de gente assim. Curiosa com a vida, consigo, com o outro. Curiosa com o que tem depois do que o olho enxerga. Eu gosto de gente que enxerga. Gente que vê através do que a boca fala, que vê mais do que o olho mostra, mais do que o outro diz. Eu gosto de gente que vai lá e faz, de quem quer e vai, de quem erra e diz. Gente que é. É, eu gosto de gente que é. E fingir que é não é ser, é fingir de ser o que não é, o que talvez quer ser.

Os encantados com a vida, ah esses me encantam. Os que contemplam o sol, conversam com a lua, sentem o vento de olhos fechados como se fosse algo mágico, porque é. Aqueles que sentem o prazer num entardecer de verão e na manhã de inverno. Mas não se engane com o misticismo todo, eu também gosto dos que são diretos, que dizem o que tem que ser dito, fazem o que tem que ser feito, mesmo que incomode muita gente. Talvez tudo isso faça sentido se eu dizer mais uma vez que eu gosto de gente que é.

gente que é

Quer me dar agonia é reclamar de tudo, dizer que nada está bom e que sempre é difícil. A vida não é mar de rosas, mas tudo, nada, sempre? Não concordo. Não consigo. Não quero nem aceito. E olha que eu reclamo as vezes, tem dia que está ruim e momentos bem desafiadores. Mas tudo, nada, sempre? Não quero nem aceito.

Eu gosto de quem questiona. De quem instiga. Eu gosto de quem debate assunto qualquer em mesa de bar sem o tom de saber tudo, com o ouvido de quem quer saber tudo. Eu gosto dos inquietos com o mundo e confiantes consigo. Dos que se conhecem o bastante pra achar que sempre tem mais fundo pra ir. Daqueles que tiram a vida pra dançar, mesmo sem jeito, mesmo desengonçado. Dos que arriscam, dos que querem, dos que sentem, dos que vão. Eu gosto dos que querem voar alto, e levam todos que podem junto com eles. Eu gosto de gente que honra o que é. É, talvez seja isso, eu gosto de quem simplesmente é.

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 230, abril de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*