Escolha suas palavras com sabedoria

  • TEXTO Thiago Albuquerque
  • DATA: 03/12/2019

“No início era o verbo.” Em uma breve reflexão eu posso recordar de situações onde magoei pessoas que amo com palavras que disse sem muito considerar o seu poder.

 

É assim que muitos religiosos, que utilizam da bíblia para alimentar sua fé, definem o começo do mundo. Acreditando ou não, eu considero poderosa a ideia de que a palavra pode construir novas realidades. Criar mares, dividir águas, dar origem a céu e terra, definir presente e futuro, mudar nossa relação com o passado.

Na verdade, talvez, não exista nada mais poderoso do que as palavras que escolhemos para moldar nossa vida. É exatamente o que dizemos que nos serve para visualizar e consequentemente criar futuros possíveis. É através da nossa linguagem que definimos o nosso pensar, o nosso processo imaginativo, a nossa idealização de mundo.

Escolher com sabedoria as palavras que usamos no dia a dia, deve ser uma prática meditativa. Religiosa. Espiritual. Se eu fosse definir como meta pessoal apenas dois exercícios para evoluir como ser humano, eu diria que o exercício da gratidão e a escolha das melhores palavras para interagir com si mesmo, com o outro e com o mundo, como os mais importantes.

palavras

Por que tanto cuidado com o que dizemos? Por que as palavras ditas não voltam para sua origem, elas seguem firmes em direção ao universo, se acomodam nos ouvidos e corações abertos, estejam eles prontos ou não para receber a mensagem. Diante disso muitos mundos se transformam no coração daquele que ouve. Esperança se fortalece ou desaparece, fé se renova ou não. Você definitivamente mudou a realidade de alguém com palavras que nem mesmo lembra de ter dito.

Mas, no início era só verbo…

Em uma breve reflexão eu posso recordar de situações onde magoei pessoas que amo com palavras que disse sem muito considerar o seu poder. Assim como lembro com alegria das pessoas a quem ergui o espírito e elevei suas atitudes em relação ao mundo com palavras de conforto e motivação.

Não só no início era o verbo. A cada nova conversa, a cada possibilidade de escolher entre propagar uma mensagem negativa ou uma mensagem de alegria e amor, estamos dando início a novas realidades, novos mundos, sejam eles visíveis a nós ou existente apenas no coração daquele que ouve.

Muitos dizem que somos a média das pessoas com quem convivemos, mas acredito que também somos o resultado das palavras que mais falamos. O que você fala para o mundo com mais frequência, determina quem você é hoje.

Quais são as palavras que te definem?


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 236, outubro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*