Mochila que cura

  • DATA: 26/07/2015

Kylie Simonds sobreviveu a um câncer raro quando tinha 8 anos. Aos 11, ela desenvolveu uma mochila que torna a quimioterapia mais fácil para crianças. “Eu usava um equipamento com fios, tropeçava neles e era difícil de andar”, lembra. A ideia foi criar uma mochila que transportasse um equipamento mais leve e compacto que o tradicional. Com design divertido, o protótipo ganhou prêmios e está sendo financiado coletivamente.

Courage for Kylie  |  courageforkylie.com


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 224, outubro de 2020 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Quando enxergamos a passagem do tempo com consciência, reconhecemos que a jornada pode ser cheia de beleza em todos os anos da nossa existência



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*