A vez é das mulheres

  • 24
  • 0

Ainda estamos longe do ideal, mas é fato que as mulheres vêm conquistando mais espaço em todas as áreas, inclusive na música. Longe dos estereótipos que antigamente obrigavam as cantoras a terem posturas sexy para prosperarem no mercado fonográfico, o time feminino que anda frequentando os fones de ouvido dos fãs de música é talentoso, mas sem perder a ternura.

Bethany Cosentino

Ela forma, com o multi-instrumentista Bobb Bruno, a Best Coast. A melancólica voz de Bethany ecoa com doçura pelos timbres de surf music e rock indie. A dupla surgiu há cinco anos na California (EUA), e tem aparecido com constância nas listas de revelações.

St. Vincent

Esse é o nome artístico da americana Annie Erin Clark, que despontou na cena musical há pouco mais de dez anos. Ela já foi comparada à “rainha do punk” Patti Smith. Em suas canções, que ficam entre o pop e o rock, a cantora e guitarrista mostra sua força.

Courtney Barnett

Australiana e com um pé no country, a cantora e violonista começa a despontar. Suas letras são bem-humoradas, sua banda, afiada; em sua prateleira já figura um prêmio de ?Melhor Música Nova?, conquistado por “Avant Gardener”, faixa do primeiro disco de Barnett.


VEJA TAMBÉM



TAMBÉM QUERO COMENTAR

Campos obrigatórios*