Consciente para mudar

  • TEXTO Débora Zanelato
  • DATA: 28/04/2020

A Constelação Sistêmica lança luz sobre nossa história de vida para trazer soluções ao que nos impede de viver plenamente

 

Dentro de cada um de de nós há comportamentos ou crenças que, por vezes, não temos consciência de onde vêm. E que nos impedem de levar a vida de um jeito mais pleno e feliz. São heranças emocionais da nossa família, que repetimos sem nem perceber o quanto elas nos limitam. E a Constelação Sistêmica é um método que joga luz sobre essa nossa história, ajudando a entendê-la e apontando caminhos para mudar nosso jeito de viver.

ASSINE A VIDA SIMPLES

“A Constelação nos ajuda a buscar a causa de um problema que o cliente tenha. A partir daí, mostrar para essa pessoa um caminho para a solução. Podem ser questões diversas: relacionamentos, problemas financeiros e profissionais, autossabotagem, compulsões, vícios e até mesmo doenças”, me conta Paulo Curi, constelador sistêmico que me recebeu para uma sessão, em São Paulo. É realmente surpreendente o quanto a terapia é poderosa. O trabalho não acontece só entre terapeuta e cliente: outras pessoas participam da sua constelação, que trata a questão em um encontro.

Olhos sem julgamentos

O que a princípio me soou um pouco desconfortável – afinal, são pessoas que você não conhece envolvidas em um problema tão íntimo seu –, depois me mostrou como é acolhedor e importante para que a terapia tenha tanto resultado. Primeiro, apresentei ao Paulo um aspecto que me incomodava. Ele fez algumas perguntas sobre a minha infância. Em seguida, pediu que eu escolhesse pessoas para representarem os integrantes da minha família e os posicionasse na sala (até a disposição que fazemos diz algo sobre a dinâmica da casa). O que acontece nos próximos momentos é realmente incrível: é como se cada um assumisse a energia e o sentimento dos meus familiares e reproduzisse suas ideias para que, juntos, pudéssemos entender o quanto aquilo impactou a minha forma de agir.

“Nossos pais são a maior referência na nossa vida, seja como modelos de pai, mãe, casal, homem, mulher, profissional, e assim por diante. Assim, sem perceber, na maior parte do tempo repetimos seus padrões comportamentais ou fazemos exatamente o oposto”, diz Paulo. “Muitos padrões não são positivos, mas é importante destacar que não é culpa deles; foi algo que também aprenderam com os pais.”

ASSINE A VIDA SIMPLES

Assim, a Constelação nos permite olhar para a criação com olhos críticos, mas sem julgamento, recebendo com gratidão aquilo que foi bom e deixando para trás o que foi ruim, sem mágoas ou ressentimentos. É um processo libertador e também emocionante. Para mim, a Constelação me mostrou que certas ideias não eram minhas e me trouxe mais segurança para agir de uma nova forma.

Paulo Curi – Constelador Sistêmico


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 235, setembro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*