Caminhos que se cruzam

  • TEXTO Elaine Reimberg/Isabel Cristina Barbosa Guedes
  • DATA: 29/07/2020

O que Isabel e Elaine descobriram? Seus propósitos. Cada uma a sua maneira, dando vida às suas emoções por meio da escrita, por meio da escuta, por meio da entrega, mostrando quem de fato são

 

Ao embarcar nesta Jornada de Autodesenvolvimento, tínhamos em mente buscar novas formas de nos relacionar e criar vínculos. Descobrimos que somos capazes de trilhar novos caminhos em conjunto, respeitando as diferenças, se reconhecendo no outro e partilhando a vida ao mesmo tempo que nos vestimos de coragem e nos desnudamos de nossos medos.

Isabel em Brasília, Elaine em São Paulo. Nunca nos vimos, e de repente descobrimos quantas coisas temos em comum.

FAÇA A JORNADA DE AUTODESENVOLVIMENTO

Isabel escreveu seu primeiro livro aos cinco anos de idade e as lembranças da escrita permearam seus sonhos, já que acompanhou o velho pai exercendo a arte da escrita por toda uma vida. Elaine não podia ver uma biblioteca pública que já se perdia lá dentro, com poucos trocados conseguia comprar romances chorosos e baratos em banca de jornal. Livros, cadernos, canetas, máquinas de escrever, em momentos distintos as acompanharam, e hoje tudo passa pelas teclas de seus computadores.

O que tinham em comum

Em comum, a descoberta da busca de equilíbrio interno por meio da escrita. Enquanto Elaine abria gavetas e tirava poeira de qualquer jeito, Isabel não sabia se colocava a poeira debaixo do tapete. Isabel fez várias mudanças em sua vida, emprego, endereço, rotina, administrou sentimentos nem sempre tão nobres, teve que administrar opiniões divergentes e aprender a respirar. Elaine não queria encarar diariamente a mesma rotina de escritório porque não via sentido no que fazia. Duas vidas distintas, distantes e desconhecidas.

Isabel se aposentou e aguentou todo o drama e críticas de sua aposentadoria prematura. Elaine queria jogar tudo para o alto. No meio de tudo, uma descoberta espiritual apaziguou as inquietações e sossegou a alma da Isabel. Elaine percebeu que ter uma família e várias pessoas que dependiam dela, exigia que assumisse suas responsabilidades. Manteve-se no mesmo lugar e aprendeu a enxergar o mundo por outras perspectivas.

FAÇA A JORNADA DE AUTODESENVOLVIMENTO

Isabel e Elaine descobriram a necessidade de sempre se reinventar, escutar o que está dentro e ao mesmo tempo olhar para fora. Sem saber, dentro delas estavam as armas que precisavam para enfrentar e superar seus medos, ter coragem. Os sentimentos desconfortáveis que tinham, as impulsionaram, fazendo com que buscassem alternativas, entendessem suas crises e desafiassem seus medos.

Mas, o que Isabel e Elaine descobriram? Seus propósitos. Cada uma a sua maneira, dando vida às suas emoções por meio da escrita, por meio da escuta, por meio da entrega, mostrando quem de fato são, ajudando outras pessoas a viver em um mundo melhor. Entenderam que basta procurar para encontrar pessoas dispostas a compartilhar jornadas semelhantes às nossas, convivendo e transformando o mundo por meio de ações alinhadas a quem de fato somos.

Faça a Jornada de Autodesenvolvimento

A Jornada do Autodesenvolvimento por Vida Simples, uma parceria entre Vida Simples e ESPM, irá oferece o melhor do conteúdo de Vida Simples em aulas feitas sob medida para o público de ESPM. A proposta é trabalhar, por meio de aulas inspiradoras, com profissionais igualmente inspiradores, habilidades emocionais (soft skills) para pessoas em diferentes fases de sua vida pessoal e profissional.

INSCREVA-SE


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 222, agosto de 2020 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Podemos deixar para trás a ideia de que ser feliz é uma incansável procura pela vida perfeita. Desfrutar do aqui e do agora nos desperta para esse sentimento que vive dentro de nós



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*