Vamos falar de indecisão?

  • Mariana Nahas

A certeza de que não importa qual foi a sua escolha: claro ou escuro, direita ou esquerda, sim ou não, ela sempre, sempre será a escolha certa

 

E aí, está pronto para falarmos sobre indecisão? Sim ou não? Será!? Eis a questão! O homem está dividido! Essa tem sido a condição normal do homem nos últimos tempos. Isso porém nem sempre foi assim, mas depois de séculos de condicionamento para que o referencial fosse colocado para fora por meio da civilização, cultura e religião, o homem se transformou no seu coletivo. Em uma multidão e muitas vozes, divididas, separadas, contraditórias e inseguras da sua escolha e verdade. Quando o homem diz sim para qualquer coisa, imediatamente surge o não na mente.

– Será que essa é a decisão acertada?
– Mas, será que estou certo ou errado?
– Será que serei aceito? Que serei reconhecido?
– Será que sou amado?

ASSINE A VIDA SIMPLES

Culpa, medo, vergonha, arrependimento são algumas das faces dessa separação. Deste lugar a felicidade não é possível, pois felicidade não é a ideia formada de euforia ou conquista. Mas um perfeito contentamento, relaxamento e aceitação do momento presente. A incerteza que habita em uma mente dividida é amiga da infelicidade, elas caminham de mãos dadas.

Mas tenho uma grande notícia: a natureza humana não é a separação e sim a unidade. Existe guardado com amor e muito carinho, em um cantinho bem profundo no coração de todo e cada ser humano, a memória da unidade, da verdadeira essência do ser, livre de todo julgamento. E é justamente a capacidade de voltar-se pra dentro e encontrar esse referencial interno que a não-ação visa despertar.

Você vai escolher o certo

A pausa se vê extremamente necessária esses dias, para que a mente silencie e uma energia passiva, receptiva, aberta, livre de qualquer julgamento possa emergir das profundezas do medo de errar! Deste lugar, onde não existe movimento, a paz perfeita reside como a sua herança. Seu dom mais divino herdado em sua criação e que independe de qualquer resultado ou forma que o mundo manifesto apresente.

A não-ação nada tem a ver com falta de movimento físico, mas sim um estado de espírito de não julgamento e não resistência ao que se apresente. Uma absoluta confiança na sua união com tudo o que há. Criador e criatura como um. O universo não-manifesto e o manifesto se conciliam na decisão da sua consciência de acolher a seu momento presente sem julgamento, mas com alegria, gratidão e amor independente de como ele se apresente.

ASSINE A VIDA SIMPLES

A certeza de que não importa qual foi a sua escolha: claro ou escuro, direita ou esquerda, sim ou não, ela sempre, sempre será a escolha certa! Não existe escolha errada! Tudo é apenas uma questão de sob qual ponto de vista está olhando para sua vida: medo ou amor? A sua liberdade reside justamente neste lugar, dentro de você que sabe e aceita a totalidade do mundo.

Nada é 100% bom, nem 100% ruim. Todo o mundo manifesto carrega em si a potencialidade do todo. A totalidade está sempre presente em qualquer escolha, portanto não importa o que tenha recebido ou escolhido, você sempre estará no lugar certo e na hora certa se estiver em consciência, escolhendo olhar pra sua realidade das profundezas do seu coração.

Juntos na direção do amor

A memória da unidade e a sua liberdade está escondida dentro do seu coração pronta pra ser acessada. E é justamente isso que a não-ação proporciona. A capacidade de voltar-se pra dentro e encontrar o referencial interno da unidade que concilia toda a polaridade do mundo e te devolve para a compreensão de que o universo todo está aqui pra te apoiar se você estiver ancorado no seu coração através da consciência maior.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Deste lugar somos um, não importa o lado do mundo, a cor da pele, a religião, o status social, a ideologia, a cultura. Através do coração nos ancoramos na mesma verdade, no amor e na compaixão, e então, finalmente, partimos pra ação deste lugar, juntos na direção de um mundo mais amoroso, equânime e justo.

 

Mariana Nahas é coach de vida, terapeuta integrativa, facilitadora de meditação e idealizadora do Programa de Desenvolvimento Pessoal Ser Humano. Acredita que o autoconhecimento e a autocompaixão são as chaves para despertar em nós o ser de infinitos recursos internos que somos enquanto seres conscientes. Escreve quinzenalmente no Portal Vida Simples. Seu instagram é @mariananahas_.

 

*Os textos de nossos colunistas são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião de Vida Simples.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 222, agosto de 2020 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Podemos deixar para trás a ideia de que ser feliz é uma incansável procura pela vida perfeita. Desfrutar do aqui e do agora nos desperta para esse sentimento que vive dentro de nós



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*