Sobre sermos luz para o outro

  • Mariana Nahas

Estamos aqui para servir, e temos todos os recursos para fazer isso, aqui e agora no nosso entorno. Precisamos aprender a ter fé incondicional em nosso ser.

 

Apesar das questões existenciais e fundamentais, e o fato da vida sempre ter rondado a alma humana, nunca se falou tanto sobre propósito e sentido da vida como agora. Tenho, portanto, refletido muito sobre esses temas, tentando encontrar a resposta para o nosso real papel nesse mundo. Se nos tornarmos realmente atentos aos eventos do nosso dia a dia, vamos perceber que o tempo todo a vida nos traz correções e aprendizados, nos oferecendo ajustes de rotas. Isso, caso tenhamos humildade para obedecer.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Na verdade, se quisermos realmente aprender com a vida, precisamos estar atentos para entender a dinâmica do universo. A humanidade, hoje, é a soma de todo conhecimento acumulado desde o início da criação. Somos uma vastidão de sabedoria fragmentada em 7,7 bilhões de mentes que contêm tudo que há disponível hoje no mundo.
E isso é muito!

Cada dia mais tenho a certeza de que, aqui e agora, já existe na humanidade a solução de todos os problemas. Mas então, se contemos tanto conhecimento assim, por que o mundo ainda se encontra neste caos?

Ainda há muitos desafios

Hoje mais de 113 milhões de pessoas ainda sofrem com a fome extrema. Cidades e casas legislativas em vários países estão declarando emergência climática por conta do aquecimento global. Infelizmente ainda sofremos com conflitos de larga escala, assim como as guerras. Sofremos com o extremismo religioso e a corrupção assola a grande maioria dos governos pelo mundo. Ainda existe muita desigualdade de renda assim como o extremismo religioso, discriminação e preconceito. Enfim, são muitos os desafios que enfrentamos neste mundo cada dia mais globalizado e tecnologicamente perigoso.

O que será que o Universo vem constantemente tentando mostrar à humanidade que não estamos percebendo? O universo possui uma dinâmica, uma ordem ou evolução que prioriza a coletividade, a unidade e o bem comum. Mas a mente humana tem a tendência de individualizar, separar e ir em busca do que serve aos seus próprios interesses.

O ego e a mente vão nos engolindo e nos afastando da alma a todo instante se não estivermos realmente atentos. O ego, como o piloto automático da mente, boicota nosso crescimento, oferecendo sempre mais do mesmo, limitando a expansão da consciência. A mente busca sempre pelo familiar, pela zona de conforto e isso nos aprisiona nos mesmos hábitos, na mesma rotina, nos mesmos desejos, nas mesmas experiências e nos mesmos comportamentos.

Não a satisfação pessoal

A mensagem que há muito tempo recebo, e chega através do meu coração, é que o maior sinalizador de que estamos nos afastando do propósito da nossa alma é quando voltamos nossa energia apenas para a satisfação pessoal e um propósito individual. A verdade é que não estamos aqui pra brilhar sozinhos, pura e simplesmente, porque não somos seres individuais. Somos um com tudo que há, não tem como fugir desta realidade.

Não viemos à Terra para sermos admirados, recompensados individualmente, para crescer e evoluir materialmente nesta dimensão tempo-espaço. Não viemos aqui para satisfazer apenas os prazeres do corpo, conquistar, acumular, sobreviver ou ser aclamado. Mas, viemos para despertarmos para um plano maior que passa por reconhecer a nossa luz interior, nossa porção divina e Una. E então, nos tornarmos luz para iluminar a escuridão daqueles que ainda não despertaram para a sua luz. O resto é apenas consequência e recompensa por esse alinhamento com o plano maior.

Mais motivos para estarmos aqui

Vivemos para catapultar o outro pra um nível mais elevado de consciência através do amor e da compaixão. Estamos aqui para voltar em consciência à fonte da nossa existência juntos. Estamos aqui pra nos lembrar quem somos, criador e criatura, unidos em perfeita harmonia. Mesmo que a expansão da consciência pareça ser um processo individual, ele passa pelo entendimento da importância do coletividade neste processo.

Se a humanidade unisse seu conhecimento e todo e cada ser colocasse a sua história, sua sabedoria, sua ancestralidade, seus dons e talentos para servir ao mundo, e não apenas a si mesmos, a Terra estaria salva de todas as dores que assolam o mundo e a humanidade. Isso começa aqui e agora. Começa por cada um aqui, de onde está, com os recursos que tem, começar a pensar em como servir o mundo.

Estamos aqui para servir, e temos todos os recursos para fazer isso, aqui e agora no nosso entorno. Precisamos aprender a ter fé incondicional em nosso ser, dando ao outro o que mais acreditamos estar precisando. Aquilo que mais acreditamos estar em falta. Peças e receberás. No amor tudo te será dado!

Acredite, que quando clamar ao universo por algo para oferecer ao outro, ele te entregará o que precisa. E a medida que você oferece ao outro aquilo que acredita não ter, Deus te mostra que isso sempre te pertenceu! Seja luz onde quer que esteja.

 

Mariana Nahas é coach de vida, terapeuta integrativa, facilitadora de meditação e idealizadora do Programa de Desenvolvimento Pessoal Ser Humano. Acredita que o autoconhecimento e a autocompaixão são as chaves para despertar em nós o ser de infinitos recursos internos que somos enquanto seres conscientes. Escreve quinzenalmente no Portal Vida Simples. Seu instagram é @mariananahas_.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 235, setembro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*