O que é realmente importante para você?

  • Juliana De Mari

Investigar os seus valores para construir uma base pessoal forte é muito importante para que você possa sentir confiança nas suas interpretações da realidade

 

Quais são os seus parâmetros para decidir o que fazer com a sua vida? Para além da necessidade de sobreviver, de ter dinheiro para pagar seus boletos, se alimentar e morar com alguma dignidade, o que mobiliza a sua ação cotidiana? Quais são as intenções que colocam os seus planos, os seus desejos e as suas decisões para frente?

Em um momento tão impactante quanto esse da pandemia, que fez emergir medos e incertezas em relação ao futuro e nos convocou a ficar recolhidos em casa, cuidando do tempo presente, sugiro que você faça um mergulho dentro de você para refletir sobre os seus valores pessoais.

É que uma crise, como a que estamos vivendo coletivamente, pode ser assustadora e, ainda assim, muito propícia a uma revisão a respeito do que é realmente importante para cada um de nós. Afinal, quais valores você não comprometeria nem sacrificaria, independentemente do quanto as coisas fiquem fora de controle, ruins ou diferentes?

ASSINE A VIDA SIMPLES

Valores são a estrutura em que você apoia o seu caráter – e caráter, dizem, cria destino! Mesmo que você não saiba dizer direito quais são, eles existem e estão agindo por meio das suas decisões. Valores dão guiança para as suas ações porque estão conectados ao que gera a sensação de propósito, de sentido. Se você não conhece os seus valores, portanto, você não se conhece bem. E se não conhece bem a si mesmo, como pode gerar uma vida que se baseia no que é melhor para você, segundo os seus próprios critérios, apesar de qualquer circunstância?

Sistema de valor

Na prática, a gente nem sempre tem clareza sobre o nosso sistema de valores. Na maior parte do tempo, nem costumamos pensar sobre eles. Mas eles são uma parte nossa fundamental, que nos ajuda a perceber que é melhor fazer uma coisa do que outra ou a notar que uma determinada situação ou pessoa parece mais agradável do que outra porque nos faz sentir naturalmente bem.

Investigar os seus valores para construir uma base pessoal forte é muito importante para que você possa sentir confiança nas suas interpretações da realidade e nas necessárias decisões para atender as demandas do aqui, agora, mesmo com todas as súbitas mudanças no contexto social, econômico e/ou familiar que você certamente tem experimentando durante a quarentena.

ASSINE A VIDA SIMPLES

Perdemos a noção de normalidade e não sabemos quando e nem como teremos a retomada das nossas atividades fora de casa. Mas ainda temos escolhas a fazer dentro do ambiente doméstico. Entre outras coisas, em relação ao modo como queremos passar o dia, como queremos nos relacionar com o trabalho, com os outros e com as nossas próprias emoções. Os valores podem servir como farol para iluminar nossa percepção sobre o que vai nos servir melhor tanto em relação ao que escolhemos fazer quanto à maneira como vamos realizar as coisas.

Exercício de valor

Pense em três situações marcantes na sua vida e nos valores que você estava expressando enquanto elas aconteciam. Identifique três valores que você estava honrando durante esses episódios. Agora, pense no que está acontecendo com você atualmente e se você está conseguindo expressar ou não esses mesmos valores. De que maneiras você poderia trazer essas sensações para mais perto de você agora? Fazendo (ou deixando de fazer) que tipo de coisa dentro de casa? Que possibilidades você tem agora para agir com maior coragem ou profundidade em relação aos seus valores pessoais? E o que você pode ganhar com isso?

Experimente acionar os seus valores para assentar no que dá base para a sua identidade e a sua integridade, apesar de tudo o que está tão remexido lá fora. Pode ser um alívio encontrar seu chão dentro de você.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

 

Ju De Mari é uma jornalista que virou coach para mulheres na PROSA Coaching. Pratica singelezas como forma de se relacionar com a vida de maneira mais criativa. Adora flores e fotografia, tem dois filhos e raízes no frevo pernambucano. Nesta coluna mensal, compartilha reflexões sobre transição de carreira e de estilo de vida para inspirar pequenas revoluções possíveis e práticas.  

 

*Os textos de nossos colunistas são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião de Vida Simples.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 235, setembro de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*