Exercício de empatia

  • Suzana Vidigal
  • FOTOGRAFIA: Sony Pictures (divulgação)
MEU PAI (The Father), de Florian Zeller (Reino Unido, França), com Anthony Hopkins, Olivia Colman | drama | M14| 1h50min |
nas plataformas: iTunes, GooglePlay, NOW, Looke, Belas Artes à La Carte.

Meu Pai  deu o Oscar de melhor ator a Anthony Hopkins e impacta todos nós com a história desse pai que já tem a vida dominada pela confusão mental causada pelo mal de Alzheimer. Sua filha precisa fazer os ajustes necessários na vida dele para poder seguir com a sua própria jornada. É um exercício de nos colocarmos no lugar dele, nessa desafiadora posição de desenvolver a empatia pelo outro. A narrativa do idoso que recusa todos os cuidadores que a filha tenta impor é uma adaptação do teatro e teve seis indicações ao Oscar 2021: Melhor filme, Melhor ator, Melhor atriz coadjuvante, Melhor roteiro adaptado, Melhor montagem, Melhor design de produção.


Suzana Vidigal  (@cinegarimpo) é tradutora, jornalista e cinéfila. Gosta de pensar que cada filme combina com um estado de espírito. Mas gosta ainda mais de compartilhar com as pessoas a experiência que cada filme desperta na mente e na alma. Autora do blog Cine Garimpo , traz, semanalmente, dicas de filmes para saborear e refletir.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 232, junho de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*