Sobre ser mais flexível e aberto às surpresas

  • Mariana Nahas
  • FOTOGRAFIA: Erik Brolin | Unsplash

Entenda como a sabedoria espiritual nos ensina o caminho da flexibilidade para lidar com as frustrações da vida moderna

Desde muito pequena eu ouvia que era uma menina de opinião. Cresci e me apropriei desse conceito achando que essa característica da minha personalidade me dava um certo status, me tornava forte, decidida, de uma certa forma independente…Então lá fui eu viver a vida cheia de opinião e, inevitavelmente, frustração.

Demorei muito pra perceber o quanto minha falta de flexibilidade estava me deixando engessada, presa demais a opiniões e vontades pessoais que limitavam minhas possibilidades e me traziam muita frustração sempre que algo não saia como eu havia planejado.

A espiritualidade me trouxe a necessidade de entender o papel fundamental do APEGO em nossas vidas. Ele é o grande vilão. Quando digo apego, não me refiro apenas a apegos materiais, mas principalmente ao apego à opinião, aos julgamentos e pontos de vista.

Por causa dos apegos, entregar-se à “vontade de Deus” – quando ela é diferente da sua – e agradecê-la parece uma tarefa impossível. O ser humano se apega a tudo e a todos, então, quando algo lhe é tirado ou negado – segundo seu entendimento pessoal – o sofrimento entra em cena. Se desejamos a felicidade, precisamos aprender a arte do desapego.

A espiritualidade foi me mostrando o quanto eu era apegada às minhas opiniões e vontades e isso me tornava uma pessoa muito autocentrada, era como se EU tivesse que ser o centro de toda existência o tempo todo.

Por meio da espiritualidade ficou claro para mim que se eu desejava realmente ser feliz e ter paz de espírito de uma vez por todas, eu não poderia continuar vivendo através do sistema de pensamento EU x ELES, eu precisava me tornar NÓS!

Estou aprendendo que Deus se expressa em nossas vidas por meio de todos os seres que cruzam nosso caminho, independente do que eles tragam. Concordando com nossa opinião ou não.

Entendi que se Deus é o AMOR e Ele está presente em tudo, eu precisava acolher tudo que se apresentasse a minha vida de coração e mente abertos para que eu pudesse entrar em conexão direta com Ele e ser redirecionada para algo maior e melhor.  Mas… as coisas não são tão simples como parecem.

Temos um sistema de defesa e proteção que não gosta de nada novo. É como se fosse uma percepção seletiva que não nos torna dispostos a acolher mudanças de planos nem mesmo aquilo que não está de acordo com a nossa opinião e julgamento.

E é justamente aí que está todo nosso aprendizado. FLEXIBILIDADE DE OPINIÃO, mente aberta, compaixão para com o outro, respeito a opiniões e escolhas alheias, humildade e empatia. Parece muita coisa né? Mas não é, pois são todas versões do amor, apenas sentido de diferentes maneiras.

Se posso compartilhar algo com vocês é que a vida é uma jornada cheia de desafios e aprendizados, mas uma coisa é certa: quanto mais eu abro minha mente e meu coração para novos conceitos, caminhos e opiniões, deixando minha “tão sagrada opinião” de lado, mais abro espaço para minha criatividade entrar em cena e me trazer novas e grandes possibilidades. Com isso tenho me sentindo muito mais livre e confiante, com menos conflitos, angústias, e muitas surpresas positivas.

Percebo, dia após dia, que apesar de ainda não ser uma atitude natural e espontânea, e às vezes bem difícil, saber que não preciso estar certa o tempo todo é maravilhoso! Entregar-se à vontade do outro, aceitar uma opinião que não é a sua, ir a um restaurante que não escolheu, sentir gratidão por um desfecho que não esperava, conhecer uma pessoa que você implicava, pode trazer grandes e surpreendentes presentes.

Existe uma frase muito boa, do livro Um Curso em Milagres, para nos lembrarmos sempre que nos sentirmos frustrados: “Desconhecemos nossos maiores interesses.”

Não possuímos o grande mapa de nossas vidas. Portanto, nem sempre os caminhos que acreditamos serem os melhores nos levam onde o Universo nos reservou os maiores tesouros.  Permita-se ser guiado.

Deus está presente em todos a sua volta. Olhe para seus amigos, familiares, filhos e mesmo desconhecidos como uma expressão divina e entregue-se a flexibilidade mental.  Não é mais sobre ter opinião, sobre o que é certo ou errado, bom ou mau; mas sim sobre ter preferências e manter-se sempre disposto a escutar e estar aberto a mudar de ideia sempre que sentir vontade.

Seja flexível, não alongue apenas o corpo, alongue também a mente e presencie milagres em sua vida. Deixe que o Divino encontre espaço pra te apoiar e te guiar dentro da sua rigidez mental e divirta-se com os milagres que a vida pode te trazer.

Mariana Nahas é coach de vida, terapeuta integrativa, facilitadora de meditação e idealizadora do Programa de Desenvolvimento Pessoal Ser Humano. Acredita que o autoconhecimento e a autocompaixão são as chaves para despertar em nós o ser de infinitos recursos internos que somos enquanto seres conscientes. Escreve quinzenalmente no Portal Vida Simples. Seu instagram é @mariananahas_.

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 238, dezembro de 2021 COMPRAR

COMENTÁRIOS

  • hiverton.zen

    Gratidão pela partilha de sabedoria. Que sua alma seja abençoada com as vibrações benéficas do universo.

    Responder

  • TAMBÉM QUERO COMENTAR

     

    Campos obrigatórios*