A sua visão de futuro combina com as suas atitudes do presente?

  • Juliana De Mari

Você tem o direito de mudar o que não está funcionando. Pode ser um trabalho, um relacionamento, uma rotina, um pensamento

 

Quando bate o desejo (ou a necessidade) de mudança bom seria se a gente pudesse simplesmente piscar os olhos para ver acontecer o que quer bem rapidinho, mas não costuma acontecer assim. É preciso mobilizar doses generosas de vontade, imaginação, esforço e dedicação para sair do estado de inquietação e chegar ao da transformação.

Dá até para fechar os olhos e fazer um exercício criativo, vislumbrando os detalhes de um futuro diferente, claro. Pense onde quer estar, com quem, o que vai estar fazendo exatamente e como vai estar se sentindo nessa situação. Gostoso ativar essas sensações, não é? Mas não é suficiente. A vida demanda que você tome atitudes para movimentar a sua visão. O que você pode começar a fazer para se aproximar disso que você consegue vislumbrar que quer?

ASSINE A VIDA SIMPLES

Tudo aquilo que você deseja pode estar disponível, de alguma forma, se você estiver disposta a investigar. Arriscar aproximar o ideal do real para criar movimento dá frio na barriga, mas é o que vai abrir possibilidades para você. Passos pequenos e progressos singelos alimentam a capacidade de experimentar a mudança sem movimentos bruscos – ou caros.

Mude o que não está funcionando

Quem foi que disse que para aprender mais sobre aquela área em que você gostaria de trabalhar é preciso sair correndo para fazer outra faculdade, por exemplo? Já pensou, antes, em investigar se há algum curso básico de formação online? Ou se há alguém na sua rede de contatos que trabalhe com isso que você quer conhecer melhor? E, se sim, que tal mandar uma mensagem pedindo alguma dica ou marcar um café virtual para convidar a pessoa a ser uma espécie de mentora informal dessa sua exploração?

Tem um bocado de coisas que você pode fazer aos poucos, hoje, amanhã e depois de amanhã, para começar a se aproximar daquilo que quer daqui pra frente e que traz o cheiro de novidade e de entusiasmo de volta aos seus dias. Tire a sua vontade da cabeça, deixe a curiosidade ser sua guia, arrisque tomar atitudes numa nova direção, por mais simples que elas pareçam. Não precisa complicar para lidar com a complexidade que é estar viva!

ASSINE A VIDA SIMPLES

Você tem o direito de mudar o que não está funcionando. Pode ser um trabalho, um relacionamento, uma rotina, um pensamento. Você tem a liberdade de assumir a responsabilidade por modelar o caminho bem do jeitinho que você prefere. Tudo começa com a decisão de começar. Como você quer seguir a partir de agora? 

 

Ju De Mari é uma jornalista que virou coach para mulheres na PROSA Coaching. Pratica singelezas como forma de se relacionar com a vida de maneira mais criativa. Adora flores e fotografia, tem dois filhos e raízes no frevo pernambucano. Nesta coluna mensal, compartilha reflexões sobre transição de carreira e de estilo de vida para inspirar pequenas revoluções possíveis e práticas.  

 

*Os textos de nossos colunistas são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião de Vida Simples.


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 225, novembro de 2020 ASSINAR
COMPRAR A EDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Quando entendemos o que nos move, fica mais fácil atravessar períodos difíceis e realizar aquilo que se deseja verdadeiramente



TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*