A mulher na sua “Lua Crescente”

  • Kareemi
  • FOTOGRAFIA: Istock

Na Lua Crescente nos sentimos mais dispostas, com vontade de agir, com a energia do movimento para realização latente. É um momento de literalmente “pôr a mão na massa”

Como já contei neste artigo, a influência da lua e as características de cada uma de suas fases eram grandes indicadores para as civilizações antigas e principalmente para as fases cíclicas/biológicas da mulher. 

Assim, seguimos falando um pouco sobre as quatro fases do ciclo menstrual na questão emocional: no último artigo falei sobre a primeira fase, a Lua Nova, e hoje nossa conversa é sobre a Lua Crescente, nomenclatura ancestral da segunda fase do ciclo menstrual.

Ela  já traz em seu nome sua principal potencialidade: a energia de ação e determinação da mulher em expansão. 

Então, saímos da primeira fase, a “Lua Nova”, onde nos recolhemos durante a menstruação para sentir o que precisávamos traçar para este novo ciclo.  E agora entramos no momento das providências para fazer acontecer.

Portanto, essa é a influência da Lua Crescente, e o que ocorre em nós biologicamente e emocionalmente.

Como resultado, na Lua Crescente, nos sentimos mais dispostas, com vontade de agir, com a energia do movimento para realização latente. É um momento de aproveitar tudo isso e literalmente “pôr a mão na massa”.

Em suma, nossos hormônios caminham em direção ao período fértil como se estivessem subindo degraus com força total. E é nesse ritmo que nosso corpo e psique respondem também.

A dica é: aproveite sua segunda fase do ciclo menstrual para colocar em prática tudo o que você sentiu, refletiu e viu ser necessário no período de recolhimento durante sua menstruação, na Lua Nova. 

ASSINE A VIDA SIMPLES

No próximo artigo vamos entender sobre a terceira fase: a Lua Cheia!

Até lá,

Kareemi é criadora da Ginecologia Emocional, autora do livro Viva Com Leveza (Gente) e palestrante motivacional. Nesta coluna, quinzenalmente, trará reflexões sobre os comportamentos, emoções, corpo e alma femininos. Seu instagram é @ginecologiaemocional


POSTS RELACIONADOS

EDIÇÃO DO MÊS

Edição 233, julho de 2021 COMPRAR

TAMBÉM QUERO COMENTAR

 

Campos obrigatórios*